Aterro: Holanda diz não haver motivo para preocupação

O presidente da Câmara Municipal de Maceió, vereador Eduardo Holanda (PMN), destacou, durante a sessão plenária desta terça-feira (04), não haver motivo de preocupação pelos moradores do Conjunto Frei Damião, situado no complexo Benedito Bentes, em Maceió, no que diz respeito ao grande fluxo de veículos – sobretudo caminhões de lixo – previsto para trajeto que corta aquela comunidade, que, na última sexta-feira, chegou a realizar protesto no sentido de solicitar à Prefeitura de Maceió a instalação de redutores de velocidade, em virtude da instalação, naquela proximidade, do aterro sanitário de Maceió.

“Fomos até o aterro na última sexta-feira, quando de sua inauguração. Conheço bem aquela região. Vi que uma estrada de barro, do local do aterro até Guaxuma, na AL 101 Norte, já está sendo pavimentada, passando pela Grota do Andraújo, Garça Torta e Alto de Riacho Doce. E já tive, inclusive, a oportunidade de discutir este assunto ontem [segunda-feira, 03] com o prefeito Cícero Almeida (PP). Esta nova avenida facilitará o acesso ao aterro, concentrando o fluxo de veículos pesados. Esta será a principal via de acesso, evitando assim que se utilize, com mais frequência, a estrada que passa ladeando aquelas residências”, esclareceu Eduardo Holanda – ladeado, na foto, dos vereadores Dino Júnior e Marcelo Gouveia, em recente visita às obras do aterro.

Na oportunidade, os vereadores Marcelo Malta (PCdoB), Oscar de Melo (PP) e Francisco Holanda (PP) destacaram o empenho do presidente da Câmara quanto à autorização, pelo prefeito de Maceió, para o início das obras da Eco Via Norte, que irá ligar o Benedito Bentes, pelo Conjunto Moacir Andrade, à Guaxuma. “Foram quatorze anos de luta até que conseguíssemos ver o início da realização deste sonho”, comentou Eduardo Holanda, lembrando que a via contemplará também outros bairros, como a Serraria, ‘desafogando o trânsito, favorecendo o turismo e contribuindo para com o desenvolvimento da região’.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *