Concurso público da Câmara não será realizado

O impasse quanto à realização do concurso público para a Câmara de Vereadores de Maceió foi resolvido. Em entrevista à Gazetaweb, o presidente da Mesa Diretora, vereador Dudu Hollanda, revelou que o concurso – que foi suspenso, no dia 26 de janeiro de 2008, pelo Ministério Público Estadual – não será realizado.

O motivo, segundo Dudu Hollanda, é a falta de espaço físico para receber ‘novos funcionários’. “Nosso prédio é muito pequeno. Nós temos 280 funcionários efetivos na Casa. Então, como vamos abrigar mais 148? Nós não temos nem gabinete”, argumentou o vereador.

Dudu Holanda se reuniu com a promotora da Fazenda Pública, Fernanda Moreira, e o procurador da Casa, Cristiano Robério, no último dia 8, para relatar a decisão.

“Durante a reunião foram explanados os motivos. Além da falta de estrutura física, não foi feito o impacto financeiro. Como nós vamos pagar os funcionários? Existem outras prioridades”, revelou Cristiano Robério, assegurando que o dinheiro da inscrição – taxa de R$ 75 – está em uma conta bloqueada da fundação – que foi escolhida pela antiga Mesa Diretora sem processo licitarório. “Esse dinheiro será devolvido aos inscritos”, garantiu o procurador da Câmara.

Para o Ministério Público, a situação explanada durante a reunião será aliada com a utilizada pelo órgão para suspender o concurso. “Já existiam algumas falhas anteriores, que serão anexadas aos novos fatos. A forma como a Mesa anterior escolheu a fundação foi subjetiva”, relatou a promotora Fernanda Moreira.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *