Câmara homenageia Collor com a comenda Arnon de Mello

A Câmara Municipal de Maceió homenageou, em sessão especial realizada na manhã desta terça-feira (24), o senador por Alagoas Fernando Collor de Mello (PTB). A concorrida solenidade, realizada no plenário do prédio-sede do Legislativo, no Centro de Maceió, reuniu diversas autoridades, entre vereadores de municípios do interior, prefeitos e juristas, além de empresários, amigos e familiares do também, candidato ao Governo do Estado nas eleições deste ano. Na ocasião, o vereador Galba Novaes (PRB), requerente da sessão, fez a entrega da comenda Arnon de Mello, pelos relevantes serviços prestados na área da comunicação social.

Aos presentes, o citado vereador fez um breve relato acerca da história de vida do senador Collor enquanto jornalista, político e empreendedor. “Em 1952, o seu pai, Arnon de Mello, criou o maior complexo de comunicação de Alagoas, hoje composta pelas rádios Gazeta AM e FM, jornal Gazeta de Alagoas, TV Gazeta e portal Gazetaweb. Quando assumiu o comando da Organização Arnon de Mello (OAM), Fernando Collor modernizou as redações e seu parque gráfico, de modo a manter as empresas líderes de mercado”, discursou Galba Novaes, que, ainda na tribuna, destacou que a homenagem é um reconhecimento da Casa de Mário Guimarães ‘a quem sempre defendeu o bom jornalismo’.

“Em quatorze anos de mandato, já entreguei onze honrarias, todas devidamente justificadas, a exemplo da primeira comenda ofertada por esta Casa, ao coronel Ribeiro, o primeiro oficial da Polícia Militar de Alagoas a se formar no curso de Direito”, recordou Galba Novaes, reforçando o caráter visionário de Arnon de Mello como um dos motivos pelos quais o Legislativo Municipal decidiu criar a comenda que leva seu nome.

Com a palavra, o ex-prefeito de Maceió, ex-governador de Alagoas, ex-deputado federal e ex-presidente da República recordou o início de sua trajetória. “Ainda em 1978, recordo-me do dia em que aqui estive, no plenário desta Casa Legislativa, quando vim receber honroso título enquanto prefeito de Maceió, concedido pelo ex-presidente da Câmara, o meu compadre Antônio Holanda, e que fora aprovado por unanimidade”, comentou o senador, lembrando ainda que, à época, Alagoas era o único Estado que não dispunha de um canal de televisão.

“Foi quando o meu pai comprou a Gazeta de Alagoas, quando este jornal lhe fazia oposição, e, posteriormente, assumi o comando da Organização Arnon de Mello. Devo ao jornalismo todos os cargos que ocupei, devido à inquietação, inerente ao jornalista, em ver as coisas resolvidas, certo de que continuaremos a trabalhar sempre em busca da perfeição. Afinal, como sempre ressaltava o senador Arnon de Mello, a organização não nos pertence. Ela é um patrimônio do povo de Alagoas”, emendou Fernando Collor, reforçando a paixão de seu pai pela profissão, herdada pelo filho.

“Meu pai começou como revisor do antigo Jornal de Alagoas, mudando-se para o Rio de Janeiro, onde se formou em Direito, e retornando à terra natal para ser diretor do mesmo periódico, iniciando sua vida política”, complementou o senador Collor, que revelou aos presentes, ainda justificando a honraria, ter iniciado no jornalismo, assim como o pai, ainda jovem, criando um jornalzinho na escola onde estudou, na capital carioca, onde buscou questionar algumas práticas que considerou irregulares por professores da época.

Collor recebeu a comenda Arnon de Mello das mãos de sua esposa, Caroline Medeiros, a quem agradeceu o irrestrito apoio na campanha eleitoral da qual é o protagonista. Na oportunidade, o presidente da Câmara de Maceió, vereador Eduardo Holanda (PMN), externou a alegria com que os membros do Legislativo Municipal concediam ao senador ‘tão justa homenagem’.

Também marcaram presença à solenidade o presidente da Associação Brasileira das Câmaras Municipais, Rogério Rodrigues da Silva; o prefeito de Coqueiro Seco, Tadeu Fragoso; o vice-prefeito de Anadia, José Augusto; o prefeito de Poço das Trincheiras, Gildo Rodrigues; o deputado federal Antônio Carlos Chamariz; o superintendente da Infraero em Alagoas, Adilson Pereira; o ex-deputado estadual Dino Filho; o promotor Alfredo Gaspar de Mendonça; além do presidente do Conselho Estratégico da Organização Arnon de Mello, Carlos Mendonça, e do diretor executivo da OAM, Luis Amorim.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *