Deputado celebra 1 ano da promulgação da PEC da Vaquejada

 

O deputado estadual Dudu Hollanda utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas para celebrar, durante a sessão ordinária dessa quarta-feira (06), a passagem de 1 ano da promulgação da denominada PEC da Vaquejada, que regulamentou a prática dos esportes equestres em todo o país. Na oportunidade, o parlamentar e líder do PSD lembrou que projeto de lei de sua autoria deu início às discussões, em Alagoas, sobre a importância da vaquejada em toda a região Nordeste.

“A lei que hoje regulamenta a vaquejada é fruto de uma grande mobilização nacional. Vários eventos foram cancelados em razão de decisões judiciais, mas vencemos esta luta e preservamos cerca de de oitocentos mil empregos em todo o Brasil. Em Alagoas, são mais de trinta mil pessoas sobrevivendo da vaquejada”, destacou Dudu, lembrando também a liberação de esportes como a cavalgada, a cavalhada e o rodeio.

E os números, reforça Dudu Hollanda, não o deixam mentir. Em todo o Brasil, segundo a Associação Brasileira de Vaquejada, a atividade que também impulsiona o agronegócio já movimenta cerca de R$ 600 milhões por ano.

“É um sinal de que o esporte e a pecuária avançam a passos largos. Muito me orgulha saber que esta Casa Legislativa foi uma das primeiras a debater o tema, aprovando projetos em defesa da vaquejada”, emendou o deputado, recordando lei que a tornou Patrimônio Cultural Imaterial de Alagoas.

“Portanto, não poderia deixar de utilizar este espaço para também agradecer aos colegas deputados pela aprovação do projeto de minha autoria”, salientou o parlamentar, acrescentando que Alagoas já contabiliza quatro circuitos de vaquejada “que resgatam a tradição e fomentam a nossa cultura, movimentando a economia das cidades”.

A lei

O Congresso Nacional promulgou, no dia 06 de junho de 2017, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que legaliza a prática da vaquejada no Brasil. A sanção ocorreu durante sessão especial presidida pelo senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), também participou do evento, assim como o deputado estadual Dudu Hollanda.

A PEC legaliza a vaquejada ao incluir na Constituição Federal que “não são cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que estas sejam manifestações culturais”. A aprovação da matéria foi uma resposta do Legislativo à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que havia considerado inconstitucional uma lei do estado do Ceará, proibindo a prática da vaquejada.

Em Brasília, Dudu mobilizou deputados e senadores, sensibilizando-os acerca da importância da matéria e arregimentando os votos necessários junto aos congressistas, em verdadeira peregrinação reconhecida, inclusive, por entidades como a Associação Alagoana de Criadores de Cavalo Quarto de Milha.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *