Deputado volta a cobrar liberação de emendas individuais

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas, durante a sessão ordinária dessa quarta-feira (02), para voltar a cobrar a liberação, pelo governo estadual, das emendas parlamentares individuais apresentadas ainda quando da discussão da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2013. Segundo o deputado, o Executivo não tem honrado acordo com os parlamentares, de modo a beneficiar os municípios para os quais o parlamento aloca recursos, visando ao desenvolvimento de comunidades inteiras.

“Já estamos próximos de votar o Orçamento de 2014. O governo já encaminhou mensagem nesse senti do e estamos cumprindo nosso papel, legislando sobre a matéria. Porém, já caminhamos para o quarto Orçamento nesta legislatura, com todos os parlamentares tendo apresentado suas emendas. Tenho três milhões de reais em emendas e, contudo, nunca conseguir destinar um centavo sequer. Com isso, fica a pergunta: o que estamos nós fazendo aqui?”, indagou Dudu, questionando a eficácia do trabalho na Casa de Tavares Bastos, já que os deputados estão se vendo sem resposta às cobranças feitas pela população.

“Até discordo da forma como estas emendas são partilhadas no Legislativo, já que alguns têm direito à emenda de apenas 500 mil. Porém, de nada adianta se o governo não a libera para os municípios contemplados e que precisam de melhorias. Esta Casa deve fiscalizar a aplicação destes recursos, mas não estamos a fazê-lo. Muito pelo contrário, tem-se um paladino da moralidade que está a expor este poder, de modo que nossas atividades nunca são lembradas”, emendou o parlamentar, lembrando a denúncia dando conta de suposto esquema de desvio de recursos envolvendo a folha de pagamento dos servidores do Legislativo.

“Estou presente diariamente nesta Casa. Não gosto de faltar, sob hipótese alguma. Mas, infelizmente, nada fazemos acontecer. Sempre aprovamos matérias do governo. Foram muitos os empréstimos que receberam nosso aval. Porém, o governo não conclui, por exemplo, a Estrada da Flamenguinha [trecho da AL-105 que vai ligar Maceió a São Luís do Quitunde, na região Norte], apesar de a obra ser uma reivindicação antiga da deputada Flávia Cavalcante. Ou seja, não temos o que dizer quando questionados pelo povo”, complementou o deputado estadual , destacando que nem o fato de integrar a bancada do governo tem sido capaz de sensibilizar o Executivo.

“Desta forma, não temos como atender à solicitação das comunidades. O que vamos dizer, ano que vem, à população que nos cobra as melhorias que buscamos junto ao Orçamento? O deputado federal e o senador ainda conseguem liberar emendas federais, mas aqui não conseguimos absolutamente nada, por mais que reivindiquemos. Nossa prerrogativa está sendo ignorada por completo. Isso é um desrespeito para com nós parlamentares”, concluiu Dudu, que ainda foi aparteado pelo colega deputado João Beltrão (PRTB).

“Discordo de muitas coisas do governo Téo [Teotonio Vilela Filho]. Porém, reconheço que, com minha emenda, ele começou a recuperar a AL-101 Sul. O governador me assegurou que iria cumprir o prometido, declarando à população que vai fazer as estradas vicinais que margeiam a rodovia estadual e que por mim foram lembradas. Agora torço para que cumpram a promessa”, comentou o parlamentar.

Para este ano, Dudu Hollanda conseguiu alocar no Orçamento emenda de R$ 1 milhão, a ser destinada aos municípios de Satuba, Barra de São Miguel, Maribondo, Girau do Ponciano e Flexeiras, que deveriam ser contempladas com R$ 200 mil cada.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *