Deputado volta a cobrar reforço de policiamento nas divisas de AL

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD), durante a sessão plenária desta quinta-feira (1º), utilizou a tribuna da Casa de Tavares Bastos para voltar a cobrar mais policiamento nas estradas alagoanas, de modo a garantir a segurança não apenas de quem precisa transitar pelas rodovias que cortam o Estado, bem como para fortalecer o combate à violência, com maior número de blitzes nas divisas com estados vizinhos.

O líder do PSD na Assembleia Legislativa fez uso da palavra para relatar o que observara, quando viagem pelo interior do Estado, no último final de semana, destacando ainda encontro marcado para esta sexta-feira (02) e que irá reunir, em Maceió, secretários de Segurança Pública de todo o país, com o objetivo de se debater estratégias para frear o avanço da criminalidade.

“Sou da bancada governista, mas também oriento e cobro quando preciso, exercendo meu papel fiscalizador. Isso porque precisei viajar para Porto Calvo, no Litoral Norte, para encontro do Partido Social Democrático, tendo me deparado com uma blitz na altura do município de São Luiz do Quitunde, com os policiais realizando revistas ao abordar os veículos. No entanto, quando voltei, não mais encontrei os militares”, contou o deputado.

Para Dudu Hollanda,  a polícia precisa realizar um trabalho mais incisivo e permanente, visto que, segundo ele, os criminosos não mais escolhem período do dia para agir. “Também fui à cidade do Recife, já na última segunda-feira, para uma consulta médica, e mais uma vez nada vi em termos de policiamento nas rodovias de nosso Estado. E pedi para meu motorista retornar pela cidade de Novo Lino, por onde também não visualizei nenhum blitz”, reforçou Dudu, lembrando o anúncio de operação no Litoral Norte, por onde também trafegou.

Ainda com a palavra, o quarto secretário da Mesa Diretora do Legislativo Estadual externou sua preocupação para com a ação de assaltantes, referindo-se ao grande número de roubos de veículos na capital e interior.  Em aparte, o deputado Ronaldo Medeiros (PT) criticou a ausência de efetivo, lembrando a necessidade de convicação da reserva técnica da Polícia Militar, apesar de o Governo do Estado alegar impossibilidade financeira, devido aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Novamente com a palavra, Dudu levantou alguns números acerca da violência em Alagoas, já considerado o estado mais violento do Brasil, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública. No tocante ao quantitativo de homicídios dolosos, por exemplo, Alagoas também é campeão, com 2.127 casos registrados em 2010, ou 68,2 assassinatos por cada mil habitantes.

“É preciso fortalecer a estratégia de combate ao crime”, complementou o deputado, tendo sido mais uma vez aparteado, desta feita por Jeferson Moraes (DEM), que citou a impunidade como um dos principais obstáculos, recordando o caso envolvendo motoqueiro morto a tiros na última segunda-feira (28), após discussão de trânsito em Maceió, por jovem também acusado de envolvimento em outros dois crimes.

“A criminalidade está debochada”, reforçou o deputado Temóteo Correia (DEM), em novo aparte ao pronunciamento de Dudu Hollanda, que pontuou: ‘Esta Casa faz a sua parte, participa, mas é necessário que se tome providências urgentes, a fim de que possamos continuar a contribuir para com o desenvolvimento de Alagoas’.

– Abaixo, relembre pronunciamento em que Dudu destaca o ‘Divisa Segura’:

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *