Dudu celebra aeroportos e sai em defesa da saúde animal; VÍDEO

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas, na sessão ordinária dessa quarta-feira (19), para celebrar a confirmação, pelo Ministério da Aviação Civil, da construção de dois aeroportos regionais, em Arapiraca e Maragogi. Na oportunidade, o parlamentar lembrou que cobrara tais investimentos ao longo de todo o mandato, destacando o empenho do senador Renan Calheiros (PMDB) e apresentando projeto de lei com vistas à saúde animal, a fim de que o governo do Estado possa custear a realização de exames e, com eles, evitar doenças como a anemia infecciosa.

“Utilizo a tribuna para registrar este avanço proporcionado pelo governo da presidenta Dilma Rousseff, em favor do estado de Alagoas. Sinto-me contemplado porque procurei, junto ao senador Renan Calheiros, viabilizar tais demandas, que serão executadas na gestão do governador eleito Renan Filho”, afirmou o deputado estadual, sobre os investimentos na ordem de R$ 125 milhões. “Os aeroportos chegam com atraso, já que a secretaria de Estado da Infraestrutura não promoveu as intervenções necessárias para o início das obras. Porém, tenho certeza de que eles, agora, finalmente sairão do papel”, emendou.

Na opinião do parlamentar, Arapiraca será mais um polo de desenvolvimento econômico e social em Alagoas. “Com este aeroporto no Agreste, todos poderão conhecer cidades ainda pouco exploradas, a exemplo de Piranhas, no Sertão alagoano, de modo a atrair turistas de várias regiões do país, interessados em conhecer o nosso Rio São Francisco, dos canyons à Foz, já em Piaçabuçu”, declarou Dudu, lembrando também projeto para construção de rodovia na região. “É um caminho a ser trilhado, de modo a também facilitar o acesso pelo turista, favorecendo ainda a atração da indústria hoteleira. Já as praias do litoral Sul, além da cidade de Penedo, entre outras localidades, serão ainda mais visitadas”, reforçou.

Sobre o aeroporto de Maragogi, Dudu Hollanda explicou que o projeto já se encontra em estágio mais avançado. “Isso porque a cidade já explora sua vocação turística graças também a fortes investimentos em Pernambuco, estado vizinho, a exemplo do Porto de Suape. E o senador Renan garantiu recursos para a duplicação da AL-101 Norte. Isso vai desenvolver ainda mais a região. Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres são alguns dos municípios pouco conhecidos pelo alagoano. Alguns conhecem apenas a capital. Passam pela Via Expressa e sequer sabem em que bairro estão. O mais importante, porém, é que vamos gerar emprego e renda, e é isso de que necessitamos em Alagoas”, refletiu o parlamentar.

Em aparte, o deputado estadual Inácio Loiola (PSB) parabenizou a iniciativa do colega parlamentar, considerando seu discurso ‘extremamente importante’ e destacando ‘o extraordinário potencial turístico do nosso estado’. “O turismo é uma das principais fontes de renda que nós temos, além de ser a única indústria que não polui. Temos também o exemplo de Mata Grande e Água Branca, delas cidades do Sertão. Precisamos resgatar a nossa autoestima”, afirmou.

Já a deputada Flávia Cavalcante (PMDB) também pediu a palavra, parabenizou Dudu Hollanda pelo pronunciamento e também reconheceu o empenho do senador Renan Calheiros, que, segundo ela, tem sido o principal responsável pelos investimentos na região Norte de Alagoas. “Com este aeroporto, que finalmente vai sair do papel, a região Norte será muito beneficiada. Por isso, agradeço ao senador Renan Calheiros, que é o grande responsável pelo desenvolvimento daqueles municípios. Vossa excelência, preocupado com a região, fez pedido para a estrada de Flexeiras, que, no entanto, segue inacabada. Infelizmente, não apenas neste caso, também não fomos atendidos pelo governo estadual”, recordou.

E novamente com a palavra, Dudu lembrou, ainda sobre iniciativas que visam ao crescimento da região, o projeto Costa Dourada, iniciado no governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB), ‘mas que não engrenou’. “Recordo-me da época em que fui líder da ex-prefeita Kátia Born, quando o Município de Maceió permitiu que a região Norte atraísse investimentos, mediante política de incentivo fiscal. Hoje, a região é tomada por hotéis, resorts e restaurantes. E só é possível desenvolver uma localidade quando o grande investidor conhece nossas belezas naturais”, analisou.

Saúde animal

No mesmo discurso, ainda da tribuna da Casa de Tavares Bastos, o deputado estadual apresentou mais um projeto – que já tramita nas comissões para seguir à votação – em favor da saúde animal, com o objetivo de fazer com que o governo do Estado custeie a realização de exames para se evitar doenças como a anemia infecciosa, que pode levar um animal à morte. Na oportunidade, o parlamentar focou o aspecto social da iniciativa, destacando o fato de, em muitos casos, o animal ser utilizado como meio de sobrevivência, a exemplo da atividade exercida pelos carroceiros.

“Em todos os estados da federação, os criadores precisam adotar seu controle quanto a exames como o de anemia. Certa vez, perdi 13 cavalos acometidos por uma epidemia. Hoje, temos de pagar para conseguir algum auxílio de especialista. Contudo, como fica quem não pode custear tais exames e que tem o animal como meio de trabalho, a exemplo dos carroceiros?”, indagou o deputado, acrescentando que, sem controle, o animal fica vulnerável, podendo contaminar outros com os quais tiver contato. “E é sempre muito difícil ver qualquer animal ser sacrificado por motivo de doença”, emendou.

Em aparte, o deputado Sérgio Toledo (PDT) voltou a parabenizar Dudu pela preocupação, cobrando ação pelo poder público. “A Secretaria de Agricultura realizava tais exames, mas a prevenção foi desativada. O governo precisa atender as pessoas que não têm condições de fazer o controle de seus animais. Sem este apoio, a situação fica incontrolável. Contudo, vamos cobrar do novo governo ações nesse sentido”, comentou.

E antes de deixar a tribuna, Dudu citou o exemplo da febre aftosa, com o governo tendo conseguido alcançar o status de zona livre da aftosa com vacinação. “O governo custeia a vacina da febre aftosa. Este controle que proponho é possível. Vamos discutir com os técnicos da Agricultura as condições para tal investimento. Esta lei trará grande benefício para o nosso estado”.

‘Fui vítima de agressão’

Por fim, o deputado Dudu Hollanda explicou aos colegas presentes o motivo da ausência à sessão anterior, já que retornara de viagem ao interior pernambucano, agradecendo o apoio dos parlamentares quanto ao processo do qual é vítima, após ter sido agredido pelo ex-vereador por Maceió, Paulo Corintho, durante festa de Natal em 2009. “Agradeço a todos pela compreensão e reforço que apenas agi em legítima defesa. Fui agredido”, resumiu Dudu, após a Assembleia Legislativa sustar, à unanimidade de votos, a referida ação penal.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *