Dudu Holanda é diplomado deputado estadual por Alagoas

O presidente da Câmara Municipal de Maceió, vereador Eduardo Holanda (PMN), foi diplomado deputado estadual por Alagoas, em concorrida solenidade realizada na noite desta quinta-feira (17), na sede do Tribunal de Justiça de Alagoas, situado no Centro de Maceió. O evento contou com a presença – além dos 27 deputados que, a partir de fevereiro do ano que vem, representarão a sociedade alagoana na Assembleia Legislativa de Alagoas – de juristas, políticos, secretários de estado e autoridades que compõem a Segurança Pública. Também estiveram presentes dezenas de convidados dos candidatos eleitos em outubro passado, quando da eleição que conduziu Holanda ao Legislativo Estadual.

Na oportunidade, o deputado Dudu Holanda – eleito com 25.171 votos – acompanhou com atenção as palavras dos candidatos vitoriosos no pleito deste ano. Em nome dos eleitos à Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas, discursou o presidente daquele poder, o deputado Fernando Toledo (PSDB), que saudou a gestão do presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL), desembargador Estácio Gama, fazendo ainda um resumo dos trabalhos à frente da Mesa Diretora do Legislativo.

“Chegaremos a mais uma legislatura na certeza de que estamos, cada vez mais, no caminho da normalidade, apesar dos muitos obstáculos que enfrentamos. A Assembleia se revigora e contribui para o desenvolvimento de Alagoas”, ressaltou Toledo, revelando ainda que, somente em 2010, foram apresentados 517 projetos de lei, muitos deles de autoria dos colegas deputados. “Debatemos matérias importantes, como a que proporcionou reajuste salarial para servidores públicos”, emendou.

Quem também fez uso da palavra foi o deputado federal eleito com maior votação em Alagoas, o ex-prefeito de Murici, Renan Filho (PMDB), que falou em nome da bancada que tomará posse em 2011 no Congresso Nacional. “A responsabilidade de todos nós, deputados estaduais, federais e senadores, é muito grande. Vamos trabalhar para fomentar as reformas política e tributária, para que evitemos o centralismo fiscal que tanto pune os municípios menores, sobretudo os do Nordeste”, discursou o deputado, defendendo ainda o financiamento público de campanha eleitoral e uma rediscussão do modelo de Segurança Pública.

Na oportunidade, Renan Filho também lembrou a trágica morte da ex-deputada federal Ceci Cunha, barbaramente assassinada em sua residência, em 1998, em Maceió, e cujos suspeitos da autoria intelectual do crime permanecem impunes. Todos os presentes à solenidade fizeram um minuto de silêncio. Outra homenagem póstuma foi prestada ao ex-prefeito do município de Junqueiro, João José Pereira, que faleceu no último domingo, em decorrência de problema cardíaco. João Pereira era pai do deputado estadual mais votado em três de outubro, Joãozinho Pereira (PMDB).

União de esforços por Alagoas

Quem também fez breve discurso foi o senador eleito Benedito de Lira (PP), que desejou boa sorte à presidenta eleita Dilma Roussef (PT), destacando a gestão do presidente Lula, assim como o primeiro mandato do governador reeleito Teotonio Vilela Filho (PSDB). “O palanque já foi desarmado. É chegada a hora de todos nós, juntos, trabalharmos por Alagoas”, salientou.

Por fim, também discursaram o governador Teotonio e o procurador regional eleitoral em Alagoas, Rodrigo Tenório. O primeiro fez um balanço de sua gestão à frente do Executivo, destacando ter valorizado a vida ‘com grandes obras em habitação e saneamento’. “Implantamos o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência] Neonatal, pioneiro no Brasil. As mudanças estão à vista das famílias alagoanas, mas ainda temos muitos problemas a solucionar. Porém, acredito na força do povo alagoano e sei que todos os candidatos eleitos também acreditam”, avaliou.

Legítimos representantes do povo

Já o procurador Rodrigo Tenório destacou a responsabilidade que agora pesa sobre os diplomados. “Este processo eleitoral foi o maior de todos. Somos dois milhões de eleitores, sendo que um milhão e meio compareceu às urnas. Ou seja, vinte e cinco por cento dos votantes não participaram. Contudo, comemoramos agora duas vontades populares, e uma delas é a diplomação desta noite. Os candidatos eleitos são os legítimos representantes do povo, mesmo que não se tenha votado em muitos deles”, analisou, acrescentando torcer para que todos honrem o voto de confiança ‘conferido a vossas excelências’.

Por fim, o presidente do TRE-AL, desembargador Estácio Gama, fez um longo balanço dos dois anos em que esteve à frente do Tribunal, já que seu mandato se encerra neste ano. Ele destacou avanços como o programa Mesário Voluntário, anunciando ainda que, em 2011, a Justiça Eleitoral iniciará um amplo recadastramento dos eleitores, por meio do sistema de identificação biométrica, ‘de modo a contribuir ainda mais à lisura dos próximos pleitos’.

Em sua fala, Estácio Gama também lembrou, com pesar, o falecimento, no início deste mês de dezembro, do deputado estadual eleito Almir Lira (PRTB). Em virtude do óbito do ex-prefeito de Feira Grande, o candidato Arnon Amélio foi diplomado em seu lugar.

Já Dudu Holanda agradeceu a presença de amigos e dos vereadores Francisco Holanda (PP), Marcelo Gouveia (PRB) e Silvânia Barbosa (PTdoB). O deputado estadual também recebeu o abraço das muitas autoridades presentes, que parabenizaram Dudu pela dedicação com a qual exercerá mais um mandato – agora em prol de toda a população alagoana –, depois de 14 anos de muitos serviços prestados à comunidade maceioense.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *