Dudu alerta sobre irregularidades em concursos públicos no interior

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Alagoas, durante a sessão plenária dessa terça-feira (07), para fazer um alerta aos prefeitos alagoanos – sobretudo àqueles que foram eleitos no último pleito eleitoral, em outubro passado – no tocante à possibilidade de supostas irregularidades na realização de concursos públicos no interior do Estado. Na oportunidade, Dudu se reportou, em especial, à situação vivenciada nos municípios de Maribondo e Girau do Ponciano, cujos gestores anularam certames para provimento de cargos públicos, buscando evitar prejuízos à população.

“Estive, no primeiro dia do corrente mês, por ocasião do feriado do Dia do Trabalhador, visitando alguns municípios, oportunidade em que conversei com os prefeitos de Maribondo e Girau do Ponciano, ambos do meu partido, o PSD. Eles me relataram um mesmo problema que estão a enfrentar, tendo que anular concursos públicos devido a suspeita de irregularidades”, afirmou o deputado, referindo-se aos certames anunciados em gestões anteriores.

“A Justiça de Alagoas tem tentado reparar os prejuízos advindos desta situação. No caso de Maribondo, o procurador-geral daquele município ganhou a ação, enquanto que em Girau, o prefeito Fábio Aurélio também conseguiu a anulação, após decisão do desembargador Kléver Loureiro”, emendou o parlamentar, lamentando o fato de administrações passadas terem realizado tais concursos ‘no apagar das luzes’, ao término do mandato eletivo. “É por isso que, em casos como este, eles mereceram especial atenção dos novos gestores, a fim de que a população não saia prejudicada”, reforçou Dudu Hollanda.

No mês de março, a Prefeitura de Girau do Ponciano anulou o concurso realizado em outubro de 2012 e que ofertava 337 vagas para cargos de nível médio e superior, após a confirmação de que houve erro no processo administrativo para a contratação da empresa responsável pelo certame. Segundo o prefeito, um novo certame deverá ser homologado dentro de até 180 dias.

Já em Maribondo, o prefeito Tonho do Eurico exonerou os 53 servidores aprovados no último concurso público realizado naquela cidade, ainda em 2011, atendendo à recomendação do Ministério Público Estadual (MPE), a fim de que se respeitasse os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) em relação à despesa com pessoal.

Aeródromos

Ainda na sessão dessa terça, o deputado estadual também voltou a destacar a importância da construção de dois aeródromos em Alagoas, nos municípios de Maragogi e Arapiraca. O parlamentar alertou que os governos estadual e municipal precisam disponibilizar suas contrapartidas para a execução do projeto do governo federal, com mais de R$ 125 milhões garantidos, no Orçamento da União, pela presidenta Dilma Rousseff (PT).

“Vi a presidenta Dilma falar, em recente entrevista, que o governo federal trabalha para tornar o custo com uma viagem de avião equivalente ao valor da passagem de ônibus”, comentou o deputado, reforçando que o aeródromo em Arapiraca vai contribuir ao desenvolvimento ‘não apenas da região Agreste, como também os municípios do Sertão e do Baixo São Francisco’. “Os voos comerciais irão aproximar Arapiraca de outros centros, desenvolvendo ainda mais aquela região. Mas é importante que o governo estadual viabilize sua contrapartida e que os municípios, tanto de Maragogi, quanto de Arapiraca, também apoiem esta iniciativa”, avaliou Dudu.

O deputado estadual lembrou ainda que, pelo Governo do Estado, o secretário de Infraestrutura, Marco Fireman, já se debruça sobre o projeto dos aeródromos. “É preciso também que a Secretaria de Turismo também dispense especial atenção a este assunto, já que, além da região norte, o sertão alagoano também dispõe de potencial turístico muito grande, a exemplo da cidade de Piranhas”, salientou Dudu Hollanda, referindo-se ainda ao município de Piaçabuçu, com a Foz do Rio São Francisco, na Praia do Peba, a atrair muitos turistas.

Moção de pesar

Por fim, ainda com a palavra, o deputado solicitou à Mesa Diretora da Assembleia, em questão de ordem, a aprovação de moção de pesar à família do industrial Olival Tenório, que falecera na última segunda-feira (06), tendo sido sepultado na manhã dessa terça (07), no Campo Santo Parque das Flores, em Maceió.

“Solicito o voto de pesar em homenagem póstuma a quem tanto contribuiu para com o desenvolvimento econômico de Alagoas”, afirmou Dudu, cujo requerimento foi subscrito pelo colega deputado Isnaldo Bulhões (PDT) e prontamente aprovado pelo presidente do Legislativo Estadual, deputado Fernando Toledo (PSDB).

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *