Dudu Hollanda nega a colegas deputados fusão entre PSD e PSB

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD), durante a sessão ordinária desta quinta-feira (24) da Assembleia Legislativa de Alagoas, utilizou a tribuna da Casa de Tavares Bastos para esclarecer mal entendido acerca de suposta fusão do Partido Social Democrático (PSD) com o Partido Socialista Brasileiro (PSB), negando rumores de que as legendas estariam a firmar acordo nesse sentido.

“Recebi um telefonema do senador Sérgio Petecão [PSD] sobre a informação, inverídica, que estava sendo veículada. Mas ele logo tratou de tranquilizar os filiados e a população como um todo, tarefa que assumo neste momento”, afirmou Dudu, ressaltando, porém, que a legenda ‘mantém uma excelente relação com o presidente nacional do PSB, o também governador de pernambuco, Eduardo Campos.

Na oportunidade, o líder do PSD no Legislativo Estadual destacou ter assumido, interinamente, a presidência do partido em Alagoas, em substituição ao deputado federal João Lyra, que se licenciou do cargo para dedicar mais tempo às suas empresas, bem como ao exercício do mandato no Congresso Nacional, em Brasília.

Já sobre a mudança no comando da legenda, Dudu Hollanda lembrou que a executiva do partido voltou a se reunir na tarde dessa quarta-feira (23), quando ficou definido que o deputado estadual assumiria o posto interinamente. Aos colegas de parlamento, ele reforçou o convite feito ao prefeito de Maceió, Cícero Almeida, para que ingresse no PSD.

“O Almeida [que conclui o segundo mandato] já trabalha o processo sucessório e sua vinda seria muito importante. O convite para comandar o PSD no Estado já foi feito. Portanto, permanecerei à frente do partido em Alagoas até que ele se decida”, emendou.

Ainda a discursar da tribuna, Dudu Hollanda destacou ainda o trabalho que a executiva nacional do PSD vem desevolvendo no tocante ao tempo de televisão para o guia eleitoral. “O objetivo é fazer com que tenhamos um tempo equivalente à representatividade do partido na Câmara Federal, com 57 deputados eleitos pelo PSD, que também busca maior participação no Fundo Partidário”, explicou o deputado, que aguarda a definição pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já na manhã desta sexta-feira (25), Dudu Hollanda lembrou ainda que o PSD realizará, no município de Novo Lino, o sétimo encontro regional do partido. “Convidamos todos os filiados a participarem de mais este encontro por meio do qual discutiremos temas pertinentes às eleições municipais deste ano, debatendo propostas que visam à construção de uma Alagoas melhor”, ressaltou o deputado, sobre o convite extensivo aos membros dos 94 diretórios do PSD espalhados por todo o Estado.

Encontro com militares

E ainda nesta quinta-feira, após a sessão plenária, Dudu Hollanda se reuniu com líderes de associações militares, que voltaram à Casa de Tavares Bastos para pedir apoio aos deputados quanto à tramitação de veto do Governo do Estado a projeto de lei que versa sobre a fixação do efetivo da Polícia Militar de Alagoas.

Segundo o presidente da Associação dos Oficiais Militares de Alagoas, major Wellington Fragoso, mais de 300 militares estão a desperdiçar a oportunidade de promoção devido ao impasse.

“O Governo vetou o próprio projeto”, afirmou Fragoso, destacando o empenho de Dudu Hollanda à causa dos militares, já que o parlamentar se posicionou contrariamente à aprovação, nos moldes da mensagem original, do projeto de lei de autoria do Executivo e que versa sobre o Código de Ética da Polícia Militar – à época, o deputado afirmou discordar de alguns pontos da proposta, que proíbe, por exemplo, o militar de portar arma de fogo quando no período de folga.

O encontro também contou com as presenças dos deputados Joãozinho Pereira (PSDB), líder do Governo na Assembleia, e Jeferson Morais (DEM).

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *