Dudu Hollanda toma posse e promete mais um mandato atuante

O deputado estadual Dudu Hollanda (PSD) tomou posse, em solenidade no último dia 1º de fevereiro, para seu segundo mandato na Assembleia Legislativa de Alagoas. Aos 38 anos, o parlamentar exerce o sexto mandato consecutivo em defesa de Alagoas, já que, ainda com 19 anos de idade, foi eleito para a vereança por quatro mandatos (1997-2000; 2001-2004; 2005-2008; e 2009-2012), chegando a presidir a Câmara Municipal de Maceió, antes de se reeleger deputado, com 27.305 votos em 05 de outubro.

E Dudu, que é vice-presidente do PSD em Alagoas, além de liderar o partido na Assembleia Legislativa, já contabiliza uma série de ações em prol da população alagoana. Numa delas, como deputado, apresentou, nas quatro legislaturas das quais fez parte, emendas ao Orçamento para garantir a destinação de recursos a municípios alagoanos – para o exercício financeiro de 2015, por exemplo, conseguiu alocar R$ 1 milhão para as cidades de Satuba e Girau do Ponciano.

Também não foram poucas as indicações e requerimentos apresentados. Entre as matérias de destaque estão a que concede abatimento de 50% – aos portadores de deficiência física ou visual – para ingresso em qualquer local de diversão, além da que dispõe sobre a obrigatoriedade de as maternidades públicas e privadas de Alagoas executarem, gratuitamente, os testes do olhinho e da orelhinha em todos os recém-nascidos vivos.

“Apresentamos, ainda, projeto que assegura, a maiores de 60 anos de idade, a gratuidade de acesso a eventos culturais, esportivos e de lazer, como teatros, cinemas, estádios de futebol e casas de show. Já outra iniciativa de nossa autoria busca a instalação de sistema de aquecimento d’água, por energia solar, em edificações de natureza pública em todo o estado de Alagoas, fomentando o desenvolvimento sustentável e reduzindo os custos”, reforça Dudu Hollanda.

Dentre os demais projetos, destacam-se, ainda, os seguintes: o que torna obrigatória a visualização da cozinha, pelos clientes, de todos os bares e restaurantes; o da criação da Rádio Assembleia; e o que versa sobre a criação de hospital público veterinário e postos de saúde para atendimento, gratuito, de animais em situação de risco.

O deputado também demonstra preocupação com a qualidade do ensino em Alagoas. “Apresentamos um projeto que busca a inclusão do ensino da história dos municípios alagoanos na grade curricular das escolas da rede estadual, para fomentar entre os estudantes o conhecimento acerca da origem, características e evolução da região em que vivem”, explica Dudu Hollanda, sobre a iniciativa cujo objetivo é difundir as potencialidades de cada município, prometendo seguir a legislar em prol de Alagoas, superando as mais de trinta indicações e requerimentos do primeiro mandato.

“Requeremos várias melhorias, a exemplo de pavimentação de ruas, recuperação de avenidas e rodovias, reforço na iluminação e transporte públicos. Também cobramos a construção de um aeroporto regional em Arapiraca, a fim de que a capital do Agreste e municípios circunvizinhos possam se desenvolver ainda mais, além da reforma e construção de postos de saúde e quadras de esporte”, destaca o deputado estadual, lembrando ainda ao pedido para aumento do efetivo policial no Pilar, que já chegou a ser considerada a cidade mais violenta do estado.

Agência bancária para o complexo Benedito Bentes, em Maceió, retomada das obras para criação de Instituto Médico Legal (IML) em Palmeira dos Índios, reforço policial nas divisas com outros estados, ampliação das bases comunitárias da PM, melhoria da assistência à saúde dos militares, e reforma de delegacias e batalhões de polícia, também estão entre as indicações de Dudu Hollanda.

Por fim, Dudu também se mostra um grande defensor dos animais, tendo apresentado, por exemplo, projeto com o objetivo de fazer com que o governo do Estado custeie a realização de exames para se evitar doenças como a anemia infecciosa, que pode levar um cavalo à morte. Ele destaca o aspecto social da iniciativa ao lembrar que, em muitos casos, o animal é utilizado como meio de sobrevivência, a exemplo da atividade exercida pelos carroceiros.

Por fim, outro projeto de lei de grande impacto e que busca fomentar a economia alagoana trata da isenção da denominada taxa de Guia de Trânsito Animal, mais conhecida como GTA. Segundo o parlamentar, a medida vai favorecer, sobretudo, o pequeno criador, que se vê impossibilitado de arcar com tal despesa – o que, muitas vezes, compromete a sua permanência no campo. “É por tudo isso que concluímos este primeiro mandato com a certeza do dever cumprido, certo também de que ainda podemos e precisamos trabalhar ainda mais por Alagoas”.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *