Dudu Hollanda vence eleição à presidência da Câmara

O vereador Dudu Hollanda (PMN) venceu a disputa contra o prefeito Cícero Almeida (PP) e foi eleito presidente da Câmara de Vereadores da capital com 13 votos, em solenidade realizada na noite desta quinta-feira (01), na sede do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL), no Centro de Maceió. Heloísa Helena e Ricardo Barbosa, ambos do PSOL, votaram nulo, enquanto que o bloco de cinco vereadores, liderados pelo chefe do Executivo, retirou-se da sessão antes da votação.

A vice-presidente para o biênio 2009/2010 é Fátima Santiago (PTB), o 2º vice-presidente, Dino Filho, a 1ª secretária eleita, Silvânia Barbosa, o 2º secretário, Paulo Corintho, enquanto que Tereza Nelma ficou com a 3ª secretaria. Já os vereadores Oscar de Melo, Galba Novaes, João Luiz, Carlos Ronalsa e Sílvio Camelo não participaram da eleição.

Em seu discurso, após a vitória, Dudu Hollanda agradeceu à família e a personalidades políticas que o ajudaram desde o início de sua trajetória rumo à presidência da Mesa Diretora, a exemplo do ex-governador Geraldo Sampaio. Ele também agradeceu ao apoio dos deputados estaduais Marcos Barbosa, Dudu Albuquerque e Dino Júnior, que estiveram ao seu lado durante o processo eleitoral. 

“Estou emocionado, mas chego ao quarto mandato com a sensação do dever cumprido e com uma nova missão, que é conduzir os destinos do Legislativo de Maceió. Irei, junto com meus pares, trabalhar para que cumpramos o nosso papel, que é apresentar projetos e fiscalizar o Executivo, em benefício do povo maceioense”, discursou.
 
Vitória sobre Cícero Almeida

A disputa pela presidência ganhou força depois do rompimento de Dudu com Almeida, antes aliados. O prefeito não gostou do contato de Dudu com o deputado estadual Marcos Barbosa (PTdoB), desafeto político e esposo da vereadora eleita Silvânia Barbosa (PTB).

Dudu alegou que pretendia, apenas, fazer uma grande frente e evitar a disputa com outro grupo, já que o pastor João Luiz (PTB) havia se lançado candidato à presidência. Almeida entrou na ‘briga’ e disse que o PP teria candidato próprio à presidência, chegando a levantar dúvidas quanto à eleição de Dudu, que contava com o apoio de outros 12 vereadores.

O bloco do presidente eleito passou o réveillon confinado em um hotel da capital e só saiu nesta quinta-feira, justamente para a posse e eleição. A derrota de Almeida, que também viu seu primo, Nery Almeida (PV), ser impedido de tomar posse, por decisão judicial, pode dar início a uma nova fase na política alagoana, principalmente para 2010.

A vitória de Dudu Hollanda também pode representar um divisor de águas entre blocos aliados. Dudu faz parte do grupo do senador Fernando Collor (PTB), que também ensaia candidatura ao governo do Estado em 2010.

Tudo na Hora

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *