Lei de Dudu torna gratuito exame de mormo e anemia infecciosa

A Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) aprovou, durante sessão ordinária no último dia 28 de junho, projeto de lei de autoria do deputado Dudu Hollanda (PSD) que torna gratuita a realização dos exames de mormo e anemia infecciosa equina em todo o estado. A matéria foi aprovada em redação final e, agora, segue para sanção pelo governador Renan Filho (PMDB).

Na oportunidade, o autor do projeto pediu a palavra para destacar a importância da gratuidade de tais exames. “Esta matéria retorna ao plenário para sua redação final e, por isso, solicito aos meus pares que votem favoravelmente, por se tratar de um projeto muito importante no tocante ao controle da anemia e do catarro de mormo”, argumentou Dudu Hollanda, destacando também emenda apresentada pelo colega deputado Francisco Tenório (PMN).

“No projeto, mostro a possibilidade de o Estado novamente conceder este benefício ao criador alagoano. Afinal, ninguém mais aguenta tamanho custo, tendo de arcar com exames que buscam controlar tais enfermidades. Por isso, nossa ideia é que o Estado arque com esta despesa”, emendou o deputado, citando, como exemplo, o fato de o governo estadual garantir o controle, por meio de vacinação, da febre aftosa, no caso dos bovinos.

O mormo ou “catarro de burro” é uma doença infectocontagiosa que também pode, inclusive, acometer o homem. Ela age silenciosamente, sendo necessário, em alguns casos, o sacrifício do animal – em virtude do risco de contaminação dos demais.

Já a Anemia Infecciosa Equina (AIE), também chamada de “febre do pântano”, é causada por um retrovírus que, uma vez instalado, permanece no animal por toda a vida, ainda que o mesmo não apresente sintomas. Em ambos os casos, os exames para diagnóstico devem ser realizados em laboratórios credenciados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Não há tratamento em nenhuma das situações.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *