Flexeiras encerra emancipação política com muita festa

Os pouco mais de 12 mil habitantes de Flexeiras, distante 59 quilômetros da capital, celebraram, na noite dessa quinta-feira (28), os 49 anos de emancipação política do município da Zona da Mata alagoana. Apesar das fortes chuvas, a população flexeirense lotou a região central da cidade, onde acompanhou a apresentação de grupos de forró durante mais de cinco horas de muita animação, também prestigiada por lideranças políticas da região, a exemplo do deputado estadual Dudu Hollanda (PMN) – que, na oportunidade, foi recebido carinhosamente pela prefeita Silvana Cavalcante (PP). 

A noite festiva foi aberta em grande estilo com a apresentação da banda Cavaleiros do Forró. Na sequência, apresentaram-se Paixão Proibida e Mano Walter, que fez a alegria dos amantes de vaquejada. Tudo com muita segurança, garantida pelos homens da Polícia Militar de Alagoas. 

Já na manhã do próximo sábado (30), a partir das 10 horas, moradores de Flexeiras e municípios circunvizinhos, como Messias e Novo Lino, participarão da 2ª Grande Cavalgada da Amizade, que conta com o apoio do vereador de Flexeiras Ronaldo Brandão (PSDB) e do deputado Dudu Hollanda.

O evento pretende reunir cerca de mil cavaleiros e será mais um atrativo à economia, inclusive informal, da região. 

Ao término da cavalgada que percorrerá praticamente toda a cidade, os vaqueiros acompanharão as apresentações de Cicinho do Pandeiro e do Forrozão Chapéu de Couro. E para refrescar os participantes, serão distribuídas três mil latas de cerveja gratuitamente. 

Breve histórico 

Flexeiras foi elevada à condição de município somente em 1962, quando desmembrado de São Luís do Quitunde.

Inicialmente, a cidade surgira com o nome ‘Flecheiras’, devido à grande quantidade de árvores lá existentes e nas quais brotavam flechas semelhantes àquelas observadas nas plantações de cana-de-açúcar. 

A fertilidade de suas terras, banhadas pelo rio Jitituba, chamou a atenção do setor sucroalcooleiro ainda no século 19, quando Flexeiras recebeu engenho que recebera o mesmo nome, já com o ‘X’ modificando a grafia original.

Hoje a cidade abriga a Usina Peixe, do empresário Nivaldo Jatobá, além de vários criadores de gado bovino.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *