Holanda esclarece extinção de cargos comissionados

O presidente da Câmara Municipal de Maceió, vereador Eduardo Holanda (PMN), concedeu entrevista esclarecedora ao repórter Warner Oliveira, da Rádio Gazeta AM – ouça a entrevista clicando no link abaixo -, a quem falou sobre a exoneração de 50 cargos comissionados à disposição da Mesa Diretora, atendendo assim à recomendação do Ministério Público Estadual e diminuindo o impacto financeiro nos contas do Legislativo em R$ 175 mil mensais.

[audio: 020810exoneracoes.mp3 ]

“Cumprimos uma recomendação do promotor Marcos Rômulo, de modo que a Câmara pudesse baixar o percentual, de setenta por cento, permitido para gastos com folha de pessoal, conforme previsão da Lei de Responsabilidade Fiscal. Com isso, decidimos pela exoneração dos cinquenta funcionários”, explicou Eduardo Holanda, que divide as atribuições de presidente do Legislativo Municipal com a campanha a deputado estadual.

“Os cargos comissionados são necessários. Quando nos reunimos e fizemos as alterações na grade dos cargos comissionados e que resultaram na reforma administrativa implantada no ano passado, éramos quinze vereadores em plenário. Fizemos cálculos e analisamos minuciosamente a matéria. Se ficar comprovada a existência de qualquer irregularidade, veremos uma forma de nos adequar”, emendou o presidente Eduardo Holanda, sobre a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN) movida pelo MPE visando à exoneração de mais de 500 servidores que ingressaram sem concurso público.

Na mesma entrevista, Holanda reforça o compromisso com os servidores efetivos daquele poder. O presidente da Câmara assegurou buscar uma nova audiência entre os trabalhadores, que buscam reajuste de 20%, e o prefeito Cícero Almeida (PP), para que o Executivo possa atender à reivindicação da categoria.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *