Holanda promulga projeto que valoriza jornalista profissional

A Câmara Municipal de Maceió homenageou, na sessão plenária da manhã desta quarta-feira (07), os jornalistas alagoanos pela passagem de seu dia. Na ocasião, o vereador Marcelo Gouveia (PRB) foi o primeiro a utilizar a tribuna para destacar o Dia Nacional do Jornalista e prestar sua homenagem, agradecendo os serviços prestados pela categoria profissional, sobretudo no acompanhamento dos trabalhos legislativos.

Na sequência, em aparte ao discurso de Gouveia, o vereador e jornalista Silvio Camelo (PV) também foi à tribuna para destacar, com pesar, o conturbado momento vivido pelos profissionais da comunicação, devido à cassação do diploma de jornalista, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). “Nossa categoria sofre um duro golpe, já que muitos jovens que decidiram cursar Jornalismo estão abandonando um sonho, o que é um absurdo e que precisa ser revisto urgentemente”, avaliou o vereador, elogiando o empenho do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Alagoas (Sindjornal), na busca pela valorização do profissional com formação superior.

Na ocasião, ainda em apartes, os vereadores Oscar de Melo (PP) e Eduardo Holanda (PMN) também parabenizaram os jornalistas. Em seguida, foi a vez de a presidente do Sindjornal, Valdice Gomes, discorrer sobre as dificuldades enfrentadas pelos profissionais, como a luta por reajuste salarial. “O Supremo Tribunal Federal cassou nosso diploma, mas, em contrapartida, decidiu somente contratar jornalistas profissionais. Isto não deixa de ser um contrasenso”, salientou.

Na oportunidade, a vereadora Tereza Nelma (PSB) pediu a palavra para lembrar que projeto de lei – de sua autoria e que torna obrigatória a contratação, pela Câmara de Maceió e órgãos da administração municipal, de jornalistas diplomados – expirou o prazo para sanção pelo prefeito Cícero Almeida, já que fora aprovado, pelos vereadores, em agosto do ano passado. Com isso, reforçou a vereadora, restava ao presidente da Câmara, vereador Eduardo Holanda, promulgar a lei, conforme previsão do regimento interno da Casa.

Convencido da importância e urgência do projeto, Holanda assim o fez, atendendo à antiga reivindicação da categoria. A promulgação da matéria, como destacado pela vereadora Tereza Nelma, representa mais um ato de pioneirismo do Legislativo Municipal.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *