Presidente Dudu Hollanda reinaugura sede da Câmara de Vereadores

O presidente da Câmara de Vereadores de Maceió, vereador Eduardo Holanda (PMN), participou, na tarde desta segunda-feira, 22, da solenidade de reinauguração da Casa Mário Guimarães, a sede do Legislativo Municipal. O evento contou com a presença de diversas autoridades, a exemplo do secretário de Governo, Pedro Alves – que esteve representando o prefeito de Maceió, Cícero Almeida (PP) –, e do superintendente estadual do Banco do Brasil – cuja parceria com a Câmara possibilitou a reforma –, Álvaro Ancelmo. 

O presidente agradeceu a parceria com o banco, o apoio dos colegas vereadores e o empenho dos funcionários do Legislativo ‘no sentido de fazer da Câmara de Maceió, cada vez mais, a casa do povo maceioense’. “Agora temos uma casa moderna e acessível, com várias salas reformadas e prontas para grandes discussões em prol da população”, destacou o vereador.

Ainda na solenidade que também contou com a presença de vários vereadores, o superintendente do Banco do Brasil em Alagoas elogiou o fato de a Câmara ter procedido a reforma ‘da maneira mais transparente possível’. “As duas entidades, Banco do Brasil e Câmara de Maceió, precisam manter esta parceria em todos os momentos a partir de agora. Falo com absoluta convicção de que fizeram milagre com o dinheiro aqui investido, porque a Casa ficou muito bonita e agradável”, entusiasmou-se o superintendente, sobre o contrato em que o banco liberou R$ 300 mil aplicados na reforma. 

Com a palavra, a primeira secretária da Câmara, vereadora Silvânia Barbosa (PTdoB) não conseguiu conter a emoção. “Esta é uma prova de que, quando queremos, as coisas acontecem. O presidente Eduardo Holanda me deu carta branca para a execução da obra. À época, disse-lhe que ele não se arrependeria, e aí está”, comentou a vereadora, agradecendo o apoio dos diretores de instituições que, ao longo do ano passado, cederem espaço físico para a realização das sessões ordinárias do Legislativo, em virtude da interdição de seu prédio-sede. 

Primeiro andar do prédio, dotado de moderno projeto paisagístico

“Agradeço, em especial, ao professor Dário Arcanjo, que abriu as portas da Fits [Faculdade Integrada Tiradentes] para que pudéssemos realizar nossas discussões. Também destaco o empenho de todos os funcionários, tanto efetivos, quanto comissionados, assim como à construtora Albuquerque e à arquiteta que concebeu nosso projeto de reforma, Andréa Costa”, discursou.

Elevador para portador de deficiência física

“Somos capazes de comprovar, à sociedade, ao Ministério Público ou a quem quer que seja, cada centavo investido nesta reforma”, complementou a primeira secretária.

 À imprensa, o presidente da Câmara também não escondeu a satisfação com a certeza do dever cumprido. “Nós recebemos a Câmara ‘do’ ex-presidente Arnaldo Fontan com muitos avanços, mas precisávamos e ainda precisamos avançar mais. Instalamos a TV e a Rádio Câmara, disponibilizamos endereço eletrônico para todos os vereadores, normalizamos a verba de gabinete e extinguimos 262 cargos da Mesa Diretora, atendendo assim à recomendação do Ministério Público do Trabalho, criando mais três assessores, para cada vereador, conforme acordo firmado com todos os 21 membros desta Casa”, avaliou o presidente. 

Para Holanda, esta ‘ainda não é a Casa dos nossos sonhos’ – em virtude da limitação física, já que alguns vereadores possuem salas anexas, alugadas para a composição de seus gabinetes. Contudo, na ocasião, o vereador ressaltou a necessidade da reforma ora inaugurada, ‘já que a última fora realizada em 1999’. 

Presidente Eduardo Holanda acompanha execução do hino nacional

“Agradeço o empenho da primeira secretária, vereadora Silvânia Barbosa, e o apoio de todos os servidores efetivos e comissionados”, concluiu o presidente do Legislativo Municipal. 

Ainda na solenidade de inauguração, já quando todos se dirigiram a uma sessão simbólica no plenário Galba Novaes de Castro, a vereadora Rosinha da Adefal (PTdoB) disse que, pela primeira vez enquanto vereadora, sentiu-se plenamente contemplada. “Vim aqui apenas duas vezes e, nas duas oportunidades, tive de ser carregada por colegas vereadores, pois, ainda não existia o elevador. Esta, para mim, não é uma simples reforma, mas a nova Câmara”, entusiasmou-se.

About the author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *